Glossário

DUD – Desenvolvimento da Unidade Didáctica.

RLP – Riscos Laborais e Prevenção.

TR – Tipos de Riscos.

RS – Risco de segurança.

RA – Riscos Ambiental.

RM – Risco Mecânico.

RErg.-Risco Ergonomico

RE – Risco Eléctrico.

RF – Risco Físico.

RQ – Risco Químico.

RB – Risco Biológico.

EPIs – Equipamentos de Protecção Individual.

EPCs – Equipamentos de Protecção Colectiva.

Advertisements

8 – Riscos de segurança

Atendendo à natureza da informação que é considerada na avaliação de impactos ambientais e na avaliação de riscos de segurança e higiene ocupacionais, há muitos aspectos que podem ser determinados de uma única vez visando assim a criação de sinergias também nesta componente nos sistemas de Gestão da qualidade, Ambiente e Segurança

Alguns riscos de segurança não acautelados podem resultar em quedas:

Alguns riscos de segurança causam danos humanos:

7 – Riscos ambientais

Os riscos do ambiente de trabalho são classificados em real (de responsabilidade do empregador), suposto (quando se supõe que o trabalhador conhece as causas que o favorecem) e residual (de responsabilidade do trabalhador). 

Fazem parte deste grupo de riscos ambientais-os riscos físicos que pode ser: as temperaturas extremas, o calor, o frio e as condições de saneamento do meio.

  page_15

6 – Riscos mecânicos

Os riscos mecânicos resultam da tecnologia de trabalho, do próprio objecto de trabalho, dos materiais soltos no ambiente, das condições de instalação e manutenção da aparelhagem, das cadeiras de rodas e macas com problemas nos rodízios.

Dentre os riscos mecânicos, estão as lesões causadas pela manipulação de objectos cortantes e penetrantes e as quedas. O maior risco para os trabalhadores da área da saúde é o acidente com material perfuro cortante, que expõe os profissionais a microrganismos patogénicos, sendo a hepatite B a doença de maior incidência entre esses trabalhadores.

NB: Aqui fica claro que alguns riscos mecânicos quando não prevenidos podem nos levar aos riscos biológicos.

Veja o vídeo sobre os riscos mecânicos:

5 – Riscos eléctricos

Os riscos inerentes à utilização da energia eléctrica continuam a imperar e precisam de forte medidas de prevenção para evitar a ocorrência de acidentes.

327Os riscos eléctricos advêm da exposição, neste caso, dos trabalhadores aos equipamentos eléctricos por contacto directo, por contacto indirecto ou por outro tipo de exposição tal como aos efeitos térmicos perigosos resultantes do funcionamento dos equipamentos eléctricos e aos efeitos das radiações térmicas.

De acordo com Miguel (2006) citado por CARIDADE (2012), pode definir-se “os riscos eléctricos por contacto com a corrente eléctrica como a probabilidade de circulação de uma corrente eléctrica através do corpo humano. As várias pesquisas experimentais, demonstram que os parâmetros da corrente eléctrica com efeito no corpo humano são:

  • Intensidade da corrente;
  • Duração do efeito;
  • Percurso da corrente;
  • Frequência e variação brusca da corrente;
  • A impedância do corpo humano.

4 – Riscos ergonómicos

A Ergonomia é o conjunto de técnicas cujo objectivo é a adequação do trabalho ao indivíduo.

Imagens que ilustram as praticas incorretas levando a Ergonomia:

This slideshow requires JavaScript.

Os riscos ergonômicos são provenientes dos esforços físicos extremos e posições assumidas na prestação da assistência, dos movimentos repetitivos exigidos pelas tarefas; do pouco espaço disponível para a realização do trabalho, da necessidade de realizar horas extras, mesmo estando em situação de cansaço, do ritmo e da intensidade da atividade laboral.

Consequências e prejuízos da Ergonomia para saúde e vida do trabalhador:

NB: Os factores ergonômicos são aqueles que incidem na adaptação entre o trabalho-trabalhador.

Adotar praticas correctas de trabalho e praticar exercício ajuda a minimizar a Ergonomia:

ergonomia

Veja o vídeo sobre a Ergonomia:

3 – Riscos biológicos

This slideshow requires JavaScript.

Os ricos biológicos são representados por agentes biológicos, tais como bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários e vírus. Estes agentes são os responsáveis pelo maior número de injurias sofridas pelos profissionais de saúde, devido especuliaridade das tarefas realizadas e exposição a sangue e fluidos corporais causadores de infecções, onde a contaminação pode ocorrer por via cutânea, respiratória ou digestiva.

Imagens de alguns agentes biológicos.